TUBAÍNAS E AFINSTubaínas e AfinsTele História
Inicial
Notícias
Tubaínapédia
Youtubaina
Empresas
Onde Encontrar
Quem Somos
Anuncie
Contato


 
 
 
 
» Afrebras
 
» Bar, Bebida & Propaganda
 
» Bebidas e Afins
 
» Blog do Refri
 
» Cartão de Visita
 
» Expo Bebidas & Serviços
 
» Refrigerando
 
 
 


6
24
out
2014
 Governo prepara novo modelo de tributação para bebidas
6

Postado por
Redação Tubaínas e Afins
  




O governo prepara um novo modelo de tributação para o setor de bebidas frias (cervejas, águas, isotônicos e refrigerantes) que entrará em vigor até o fim do ano. As negociações já começaram e o Ministério da Fazenda acertou que incluirá a mudança no texto da Medida Provisória nº 656, enviada nesta semana ao Congresso.

Desde o início do ano, o governo tenta promover um reajuste na tributação do setor. Mas, por pressão das empresas, o aumento foi adiado várias vezes e acabou deixado para 2015. Um grupo de trabalho entre governo e representantes do setor foi criado para fechar a nova fórmula.

Uma fonte diz que é uma "negociação difícil", mas que o governo quer concluir o novo modelo a tempo de incluir a alteração no texto da MP 656. A alteração deve ser "uma evolução" da fórmula que existe hoje.
A tributação do setor de bebidas é complexa, baseada numa fórmula que leva em consideração uma pesquisa de preços de varejo para cada tipo de produto e embalagem da bebida, multiplicado por um redutor e uma alíquota do imposto. Dessa fórmula, é definido um valor em reais que incide sobre o produto tributado.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, já comparou, várias vezes, o atual modelo a um cachorro correndo atrás do próprio rabo. Toda vez que aumenta o imposto, aumenta o preço para o consumidor, que leva a um novo aumento do imposto e, assim, sucessivamente.

O governo vem tentando corrigir os valores da pesquisa de preços de varejo, o item da fórmula com maior impacto na tributação. Mas por pressão do setor, o Fisco utiliza desde o começo de 2012 uma pesquisa realizada ainda em outubro de 2011. Ou seja, o preço médio de varejo sobre o qual se aplicam os redutores para se achar a base de cálculo da tributação do setor está com três anos de defasagem.

O setor usou a realização da Copa do mundo, ameaçando elevar os preços das bebidas durante o mundial, para adiar a correção que ocorreria em junho. Por conta das eleições, o aumento que ficou para setembro também não aconteceu embora técnicos do governo argumentem que a correção da tabela é justa porque a defasagem da tabela, na prática, reduziu a carga tributária.

O modelo atual foi construído, no passado, para tributar de forma mais justa as grandes empresas. O modelo anterior, que não considerava o preço no varejo, acabava tributando mais, proporcionalmente, as pequenas indústrias, como as de tubaínas.

 
COMPARTILHAR
 
 
 
COMENTAR
 
 
NOME
 
E-MAIL
 
CIDADE -
 
COMENTÁRIO
 
CÓD. DE SEGURANÇA CÓDIGO DE SEGURANÇA 1414
 
 
 




 
2
set
 
  Degustação: Maça Ouro - Franca (SP)
 
 
 
30
jun
 
  Degustação na Redação: Fotos da degustação no jornal Tribuna, de Ribeirão Preto (SP)
 
 
 
10
mar
 
  Degustação: Guaraná 15, de Jaú (SP)
 
 
 
CONFIRA TODAS AS DEGUSTAÇÕES
 

 
 
1
 
 
  Saiba mais sobre Chapéu-de-couro, planta usada em refrigerantes como Mate Couro e Mineirinho
 
 
 
2
 
 
  Confira fotos históricas da NewAge Bebidas (Guaraná Cruzeiro)
 
 
 
3
 
 
  Onde encontrar Grapette em São Paulo?
 
 
 
4
 
 
  Degustação: Guaraná 15, de Jaú (SP)
 
 
 
5
 
 
  Refri orgânico rouba exclusividade do Lollapalooza das marcas líderes de mercado
 
 
 
 
 
21
mar
 
  Arco Iris implanta unidade em Paranaíba para aprimorar distribuição no sul do MS
 
 
 
21
mar
 
  Refri orgânico rouba exclusividade do Lollapalooza das marcas líderes de mercado
 
 
 
8
mar
 
  Pepsi é a nova integrande da família B. Blend
 
 
 
CONFIRA TODAS AS NOTÍCIAS
 
 
 
 

 

Tubaínas e Afins participou do programa Rosana Indica, do R7
 
Confira a participação da equipe do Tubaínas e Afins no programa comandado por Rosana Hermann
 
 
 
 
CONFIRA MAIS VÍDEOS
 
 
 
 
 
 
 
 
© TUBAÍNAS E AFINS | Um site do Grupo Tele História | Desenvolvimento: swTH Scuzinet

| Inicial | Notícias | Tubaínapédia | Youtubaína | Empresas | Onde encontrar? | Quem somos | Anuncie | Contato |